Little redhead


16.04.2017

O Som do Olhar

De 2012 pra 2013 eu fui para um rolê na Europa. Quando tava em Paris, descobri que tava rolando uma exposição de um tal de Edward Hopper no Museu Grand Palais e resolvi entrar.

Cara, ainda bem que eu entrei!

Foi meu primeiro contato com as pinturas desse artista fenomenal e de lá pra cá eu nunca mais fotografei como antes. O cara mudou totalmente a minha concepção de luz, linguagem e tudo mais. De tanto que eu fiquei fissurado na obra dele eu resolvi que tinha que fazer algo para de alguma forma falar: OBRIGADO HOPPER!

E aí surgiu o Som do Olhar.

A música da imagem e a imagem do som.

O som do olhar é a interação artística entre eu, a atriz Priscila Buiar e o músico/compositor Paulinho Schoffen. Eu me inspirando nas obras do Hopper e em algumas músicas do Paulinho para criar as cenas, o Paulinho se inspirando em algumas fotos e compondo a partir do que ele sentia ao ver a imagem. Esse projeto foi aprovado pelo Ministério da Cultura em 2014 e fomos pra Curitiba/PR nos apresentar nos teatros Paiol e Antônio Carlos Kraide. Experiência sensacional!

A inspiração para as fotos veio das obras Hopper. Cenas cotidianas, personagens femininas introspectivas, interior versus exterior, luz e sombra sempre muito bem definidos, linguagem corporal e modo como o corpo se relaciona/reage com o ambiente ao qual estiver inserido. O toque final pra fechar o trabalho foi a impressão. Como nossa referência pras fotos veio da pintura, as 12 fotos foram impressas em Canvas (tela) Hahnemuhle Monet 410g 100% algodão e aplicadas no chassi (100cmx67cm).

Dá gosto de ver pessoalmente, sério!